Orbeco-Hellige


Produtos para análise colorimétrica de
 água, efluentes, vernizes e óleos

 

Como medir a turbidez com precisão

 

A turbidez se caracteriza pela "nebulosidade" da água e pode ser interpretada como a ausência de claridade ou brilho. Ela é causada pela presença de substâncias suspensas e coloidais tais como, argila, sedimento, matéria orgânica e inorgânica, organismos microscópicos e algas. A turbidez é determinada pela quantidade de luz dispersada quando ela passa através de uma amostra.

Ao utilizar um turbidímetro nefelométrico: 

  1. As amostras devem ser coletadas em um recipiente de vidro ou polietileno limpo.
  2. As amostras devem ser analisadas logo após a coleta, pois a turbidez pode mudar se a amostra for armazenada.
  3. Tubos de amostra sujos, arranhados ou lascados podem causar resultados (leituras) de testes altos. Os tubos devem ser lavados com ácido periodicamente e ligeiramente lubrificados com silicone para mascarar possíveis imperfeições do vidro. Os tubos que estiverem muito arranhados ou lascados não devem ser utilizados. Identifique os tubos para eles possam ser orientados de maneira consistente na câmara de medição de turbidez.
  4. Cor excessiva na amostra (maior que 15 unidades de cor) pode causar leituras de turbidez baixas, uma vez que a cor irá absorver a luz.
  5. Antes de proceder à leitura de turbidez a amostra deve ser gentilmente invertida algumas vezes para misturar. Tome cuidado para não produzir bolhas de ar; elas provocam leituras de turbidez altas. Uma seringa acoplada a um rolha de borracha é a melhor maneira de removê-las. Se houver aderência de bolhas às paredes lateriais do tubo de amostra tampe-o e, gentilmente, role-o afim de eliminá-las.
  6. Partículas de carbono causam resultados de turbidez baixos, pois também absorvem luz.
  7. As partículas que causam turbidez são com frequência carregadas eletricamente. Portanto, campos elétricos ao redor de motores podem afetar as leituras.
  8. Vibrações podem aumentar a dispersão de luz e, por consequência, provocar leituras de turbidez altas. O turbidímetro deve ser colocado sobre uma bancada de superfície firme.
  9. Após terminar o manuseio e o preparo da amostra, remova as marcas de dedos no tubo de amostra com um pano seco e limpo antes de inserí-lo na câmara do turbidímetro.
  10. Os padrões de turbidez têm prazo de validade. Observe-os. Padrões do tipo formazina são validos por período muito limitado. Devem ser eliminados após a calibração.

Seguindo estas recomendações o usuário estará assegurando que as leituras de turbidez representam a medição exata da qualidade do efluente.

 

Retorno Página Produtos Orbeco-Hellige | Informações Técnicas |Home Emite|